Soft skills: quais são e como desenvolvê-las em startups

Acompanhe a videoaula, faça os exercícios e já comece a desenvolver suas competências socioemocionais

 

Em um mercado de trabalho onde os conhecimentos técnicos necessários mudam constantemente, o que nos destaca são nossas capacidades humanas de engajar, querer mudar, se relacionar e evoluir. Para isso, desenvolver suas soft skills (ou habilidades relacionadas ao comportamento humano) nesse contexto da indústria 4.0 contribui significativa para quem quer se manter no mercado de trabalho ou até mesmo empreender.

Nessa vídeoaula, a fundadora da Nouhau, Talyta Ribeiro, conta sobre os conceitos de soft skills, sua importância no contexto de trabalho em startups e dá dicas de como desenvolver algumas dessas competências e assim estar cada vez mais preparada para os desafios do dia a dia nesse mundo de startups!

Pílula 1:

Além de explicar o conceito de soft skills, Talyta apresenta três dicas para quem quer desenvolver habilidades interpessoais:

Pílula 2:

Nesta pílula, Talyta destaca duas das soft skills mais valorizadas no contexto de trabalho em startups: a comunicação assertiva e inteligência emocional, e dá dicas preciosas de como é possível desenvolvê-las:

 

ATIVIDADES

Exercício 01 – Entenda como você se comunica

Entender as características da sua forma de comunicar e analisar como você se expressa no dia a dia vai ajudar a direcionar sua comunicação para um lugar mais assertivo. 

Nessa atividade quero te convidar a dar um mergulho em pensamentos, sensações e comportamentos. Pense com calma em cada uma das situações citadas, e tire um tempo para responder as perguntas abaixo.

Mande suas respostas no canal #módulo4-atividade do Slack da Sprint. Seja sincera nas suas análises, e lembre-se que nosso workspace no Slack é um ambiente seguro para você se expressar.

  1. Em uma reunião de time, como você se sente em relação a defender suas ideias e necessidades? Descreva sensações físicas, pensamentos que passam nesse momento, seus sentimentos, reações verbais.
  2. Como você age ouvindo opiniões contrárias as suas? Descreva sensações, reações verbais, como você recebe a fala da outra pessoa.
  3. Qual sua postura diante dos conflitos com colegas de trabalho/pessoas do seu convívio pessoal? Descreva como você processa o conflito, qual comportamento você prefere ter e como você se sente durante esse processo.

Exercício 02 – Descubra mais sobre você mesma

Além de investir um tempo com você mesma refletindo sobre suas percepções e como se sente, há alguns testes que podem te ajudar a complementar esse exercício, provocando outras reflexões e perspectivas.

Recomendamos aqui dois testes para ter maior conhecimento e clareza de como lidamos com nossos pensamentos e emoções, mas você pode complementar com outros disponíveis na internet e de sua preferência também.

O mais importante é o exercício de refletir sobre a sua jornada e experiências.

MAAS – Escala de Atenção Plena

Usando a escala de 1-6, indique, na tabela abaixo, qual a frequência com que você tem cada uma dessas experiências listadas, atualmente.

Responda de acordo com o que realmente reflita a sua experiência, ao invés de o que você pensa que a sua experiência deveria ser. Responder com a primeira resposta que vem a sua cabeça, sem racionalizar tanto, pode ajudar nesse exercício para ser o mais transparente e coerente possível.

Pense em cada item separadamente dos outros.

Pontuação: some todas as respostas e divida por 15. Valores mais altos representam níveis maiores de atenção plena.

Referência bibliográfica: BARROS, V. V. De et al. Validity evidence of the brazilian version of the Mindful Attention Awareness Scale (MAAS). Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 28, n. 1, p. 87-95, 2015.

Inteligência emocional

Pessoas com altos níveis de inteligência emocional conseguem criar e manter relacionamentos significativos, lidar com as situações difíceis de forma calma e eficiente e são bem mais resilientes frente às adversidades. Por isso, este é um traço indispensável para obter sucesso na carreira e uma vida mais equilibrada e harmoniosa.

Qual seu nível de inteligência emocional? 

Descubra com este quiz de Inteligência Emocional da Fundação Estudar!

Vídeo complementar

Assista à palestra de Lisa Feldman: Você não está à mercê das suas emoções – Seu cérebro as cria (em inglês, com legendas em português).

 

Exercício 03 – Pratique

No dia a dia e nos cenários instáveis, existem importantes dicas para entender mais sobre você e suas reações. Dessa forma, você deve:

  1. Nomear sua emoção. Ex: nervosismo.
  2. Sentir no corpo. Ex: ombros tensos.
  3. Suavizar no corpo/ Confortar e permitir senti-la. Ex: soltar os ombros e acolher o que sente para transformar.

Observações:

Para poder nomear e refletir sobre as emoções e sentimentos, é importante ampliar seu conhecimento sobre os tipos e significados, afinal, no geral nossa sociedade ainda está vivendo a alfabetização de emoções. Você pode encontrar algumas bibliotecas on-line que ajudam a ampliar seu repertório de emoções e sentimentos, como essa aqui.

 

Agora que você já viu os exercícios propostos, te convidamos a compartilhar suas respostas e/ou suas impressões no canal #módulo4-atividade do Slack da Sprint.

Extra

Crédito: Divulgação

Um dos maiores pesquisadores sobre soft skills é o Paul Ekman, um dos principais psicólogos do mundo, um dos responsáveis pelo embasamento do detector de mentiras do FBI que inspirou a série Lie to Me, e também contribuiu com o filme Divertidamente.

Caso queira pesquisar mais sobre o tema, ele é uma ótima fonte. Recomendo aqui alguns materiais dele: Mindfulness: How to Call Off the Emotional Attack Dogs

 

CRÉDITOS:

Talyta Fernandes Ribeiro Mestre em Estratégia e graduada em Administração, atua com consultoria, treinamentos em gestão e coordenação de eventos. É líder executiva e cofundadora da Nouhau, startup de mapeamento e desenvolvimento de soft skills através de metodologias inovadoras. Redes sociais: https://www.linkedin.com/in/talytafribeiro/

Nouhau Startup de educação e empregabilidade que promove momentos de imersão, com o objetivo de mapear e estimular o desenvolvimento de competências socioemocionais (soft skills), através de jogos estratégicos e metodologias inovadoras.

Acreditamos em um mercado de trabalho com pessoas que confiam no seu potencial e que prezam pela sua evolução constante. Através da educação, o nosso objetivo é transformar a empregabilidade brasileira, unindo forças com outros empreendedores que também acreditam em impacto social. Em 2020, a Nouhau foi um dos negócios selecionados para o programa Residência Estação Hack, do Facebook e Artemisia, oportunidade que abriu portas, garantiu mentorias e também conexões para a vida. Site: https://nouhau.pro Instagram: https://instagram.com/nouhaupro Facebook: https://www.facebook.com/nouhaupro/ LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/nouhaupro/

REVISÃO:

Luciana Fleury, jornalista

Formada em Jornalismo pela Cásper Líbero. Tem trabalhado com o desenvolvimento de projetos editoriais, produção de conteúdos e edições de textos. É mãe orgulhosa da Gabriela e coleciona globos de neve. Redes sociais: https://www.linkedin.com/in/luciana-fleury-1b024083/

Este conteúdo faz parte da Sprint PrograMaria powered by Z-Tech | Mulheres em Startups.